Micro Injeção de Plástico - Dosagem Elétrica Autônoma - EngeCAD - Engenharia de Projetos

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Micro Injeção de Plástico - Dosagem Elétrica Autônoma

PRODUTOS > Micro Injetora de Plástico Dosagem Elétrica:
1. O Processo de Micro Injeção de Moldagem para Fabricação de componentes poliméricos

Introdução:
Nos últimos anos, há uma demanda crescente por pequenas peças de micro escala e isso a tendência para a miniaturização torna as tecnologias do sistema micro de crescente importância.

As capacidades do processo de microfabricação devem se expandir para abranger uma gama mais ampla de materiais e formas geométricas, definindo processos e cadeias de processos relacionados que podem satisfazer a requisitos funcionais e técnicos específicos dos novos produtos multi-materiais emergentes e assegurar a compatibilidade de materiais e tecnologias de processamento.

Micro-moldagem por injeção:
Para produzir componentes muito pequenos no processo de moldagem por injeção requer a máxima precisão e precisão possíveis.

Do material e da máquina ao molde, tudo deve ser simplificado para este objetivo.

Especialmente no campo da miniaturização, muitos desenvolvimentos interessantes estão ganhando terreno.

Seja conectores mínimos para uso em engenharia automotiva, retentores de rolamento de esferas para uso em nano-mecânica ou micro pipetas em tecnologia médica ou biotecnologia. Para produzir itens tão mínimos.

A Técnica.
O núcleo do processamento do plástico, Plastificação (Dosagem) e Injeção são separadas para uma qualidade de fusão elevada e uma elevada dinâmica.

A separação da plastificação e da injeção permite uma qualidade de fusão extraordinariamente elevada.

A plastificação é feita por um motor elétrico com elevado torque de acionamento.

O processo de injeção ocorre usando um cilindro pneumático ou hidráulico. Isto garante o tempo de resposta mais curto possível e podendo atingir velocidades de até 500 mm/seg.

Os êmbolos garantem um volume de injeção consistente, alcançando, assim, as mais baixas tolerâncias de peso de injeção.

Estão disponíveis três diâmetros de êmbolo para cada injetor, e um diâmetros de parafuso.

O parafuso é usado exclusivamente para transporte e plastificacao de material e tem um diâmetro de 18 mm. é equipado com uma válvula de retenção e opera de acordo com o princípio do parafuso / pistão.

Este permite que os pesos de tiro menores sejam alcançado com grande precisão.

Preparação homogênea de material a perfeita interação dos dois parafusos.

Alimenta continuamente a massa fundida do material entrada na ponta do parafuso de injeção uma maneira controlada por pressão.

Isso garante conformidade com o princípio do primeiro a entrar, primeiro a sair com todos os plásticos comuns.

Uma fusão homogênea, recentemente administrada é sempre disponível para cada ciclo.

O tempo mínimo de permanência do material, que evita danos térmicos, garante alta qualidade de processamento.

O curso do pistão é um criterio importante que é relevante a qualidade.

Um tempo mais longo é uma vantagem para um melhor potencial de controle durante a injeção é relevante entre outras coisas para peças moldadas de espessura ou moldes de cavidades múltiplas.

O Injetor EngeCAD oferece um curso extremamente longo (6D em vez de 4D) porque a qualidade do derretimento não depende da eficiência do curso.

Se você compará-lo com uma unidade de injeções tradicional, o Micro injetor EngeCAD oferece aproximadamente 30% mais de volume de injeção com um diâmetro parecido.

Isso economiza dinheiro na aquisição de equipamentos e amplia consideravelmente o escopo da aplicação.

Os Injetores EngeCAD estão disponíveis em configuração horizontal e vertical.

Poden ter sua montagem fixa frontal, fixacao frontal ou lateral com escosto do bico pneumático  ou hidráulico.

Vários acessórios também estão disponíveis ou podem ser adaptados, para personalizar cada injetor para as necessidades do cliente.

Funciona com uma ampla gama de tipos de materiais inclui PP, PS, PE, ABS, PA, POLYESTER, PEEK, TPE, para PC, POM, PBT, PPS, PPO, LCP, LSR, termo borracha.

Seu dimensional compacto permite uma fácil adoção dentro do layout de fábrica existente.

 
1- Micro Injetor (Dosagem) de Plástico Elétrico.

    Micro injetor com Motor Assincrono.        
 
Micro injetor com Servo Motor.


 
Características Técnicas do Micro Injetor Autônomo.
 
         


 
Micro injetor Autónomo com Motor Assincrono.



 
Micro injetor Autónomo com Servo Motor.




 
2- Micro Injeção de Plástico Dosagem Elétrica.
 


 


 
Dimensões Principais Micro Injeção H-02P.



 
Características Técnicas Micro Injeção H-02P:


Obs.: Valores Considerando uma Vazão da Bomba de 6 Lpm

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal